Ads Top

"O Sistema vai me matar", escreve Bolsonaro ao compartilhar texto preocupante


Início da matéria
"O Sistema vai me matar", escreve Bolsonaro ao compartilhar texto preocupante


Uma declaração intrigante atribuída ao presidente Jair Bolsonaro chamou atenção na última sexta-feira (17), muito embora a grande mídia tenha dado pouca (para não dizer nenhuma) repercussão ao fato. Se trata da insinuação de um atentado de morte contra o presidente, feita por ele mesmo.

Após compartilhar um texto em sua conta no WhatsApp, na manhã da sexta, aludindo às dificuldades de governar o Brasil por causa dos interesses de "grupos" poderosos, uma nota lida pelo porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, confirmou que a mudança na forma de governar o Brasil não tem agradado a grupos que, no passado, se beneficiaram do ele chama de “relações pouco republicanas”.



“Venho colocando todo meu esforço para governar o Brasil. Os desafios são inúmeros e a mudança na forma de governar não agrada aqueles grupos que, no passado, se beneficiaram das relações pouco republicanas", disse Bolsonaro, segundo a Exame.

 "Quero contar com a sociedade para juntos revertermos essa situação e recolocarmos o país de volta ao trilho do futuro promissor. Que Deus nos ajude”, completou o presidente na declaração lida por Rêgo Barros a jornalistas.



Vale ressaltar que a declaração foi oficial, como resposta à matéria do jornal O Estado de S. Paulo, apos a divulgação de que Bolsonaro compartilhou um texto assinado por um “autor desconhecido”, em que o principal argumento é o de que o país é governado “exclusivamente para atender aos interesses de corporações com acesso privilegiado ao orçamento público”.

Um novo atentado contra Bolsonaro? 


A Exame informou que o Palácio do Planalto confirmou que o texto em questão foi realmente distribuído pelo presidente em grupos de WhatsApp. O fato mais intrigante, porém, é que ao distribuir a mensagem, o presidente classifica o texto como “no mínimo interessante” e ainda escreve:



“Em Juiz de Fora (06/set/2018), tive um sentimento e avisei meus seguranças: ‘essa é a última vez que me exporei junto ao povo. O Sistema vai me matar’. Com o texto abaixo cada um de vocês pode tirar suas próprias conclusões” (grifo nosso). Em seguida, ele teria pedido para que o material fosse compartilhado.


Ora, o presidente da República do Brasil disse em comunicado que "o sistema vai me matar", num contexto de extremo acirramento político e ameaças de grupo terrorista já confirmadas pela Polícia Federal. Por qual motivo essa declaração não virou manchete nos principais veículos de comunicação do país?



Estamos falando de um presidente que já sofreu um atentado e que assumiu o poder em um contexto onde a operação Lava Jato começa a penetrar nas esferas do poder judiciário. Será mesmo que tal declaração deve passar despercebida?

Por: Will R. Filho

Tecnologia do Blogger.
close