Ads Top

Apesar da pandemia, diminui o desemprego no Brasil em comparação a trimestre de 2019


Início da matéria
Taxa de desemprego no Brasil em 2020

O governo federal tem como uma das grandes preocupações desse ano o aumento da taxa de desemprego, visto que o país vem sendo afetado profundamente pela pandemia do novo coronavírus, a qual em prejudicado o setor comercial em larga escala devido à quarentena.

Mesmo com essas dificuldades, porém, a economia do país deu sinais positivos de resistência diante da crise de saúde, pois a taxa de desemprego no primeiro trimestre de 2020 ficou em 12,2%, um percentual menor se comparado ao mesmo período de 2019, quando foi de 12,7%.

Já no comparativo do último trimestre de 2019, houve uma ligeira alta de 1,2%. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNAD Contínua), divulgada hoje (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ainda segundo o mesmo relatório, existem no país 12,9 milhões de pessoas desocupadas, um aumento de 10,5% (1,2 milhão de pessoas a mais) em relação ao último trimestre de 2019, segundo informações da EBC.

O número de desocupados pode refletir às consequências em curto prazo da quarentena, mas não significam necessariamente desempregados a longo prazo, visto que pós-quarentena a expectativa é de que empresas hoje afetadas retomem suas atividades, reintegrando novamente seus quadros de funcionários.
Tecnologia do Blogger.
close