Ads Top

Maia generaliza e sugere que bolsonarisas "confundem política com tocar o terror"


Início da matéria
Maia generaliza e sugere que bolsonarisas "confundem política com tocar o terror"

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, se manifestou através das redes sociais, após a manifestação popular de apoio ao presidente Jair Bolsonaro em Brasília no último domingo (03).

Maia criticou episódios isolados de agressão que partiram de alguns manifestantes, fazendo parecer, contudo, que tais agressões seriam práticas comuns dos chamados "bolsonaristas".

"Ontem enfermeiras ameaçadas. Hoje jornalistas agredidos. Amanhã qualquer um que se opõe à visão de mundo deles. Cabe às instituições democráticas impor a ordem legal a esse grupo que confunde fazer política com tocar o terror", afirmou o deputado.

A deputada federal Carla Zambelli rebateu a tentativa do presidente da Câmara de associar o radicalismo de alguns ao comportamento da maioria dos manifestantes.

"Repudio esse tipo de atitude contra jornalistas e profissionais de saúde, mas generalizar o ato de alguns como sendo de todos os q estavam nas ruas, apoiando o PR @jairbolsonaro, é fazer política de forma rasteira. Depois você reclama de ser atacado e chama a todos de marginais", afirmou Zambelli em resposta ao deputado.

No ato de manifestação que ocorreu em Brasília, jornalistas do Estado de S. Paulo que tentavam cobrir o acontecimento foram agredidos por alguns manifestantes. O episódio, contudo, não reflete a postura da grande maioria das pessoas que saíram para externar apoio ao presidente da República.
Tecnologia do Blogger.
close