Ads Top

Tacada de mestre: Bolsonaro nomeia delegado próximo a Ramagem para a chefia da PF


Início da matéria
Tacada de mestre: Bolsonaro nomeia delegado próximo a Ramagem para a chefia da PF

O presidente Jair Bolsonaro nomeou nesta segunda-feira (4) o delegado Rolando Alexandre de Souza como novo diretor-geral da Polícia Federal. A nomeação foi publicada em edição extra do "Diário Oficial da União".

A nomeação de Rolando foi oficializada cinco dias depois de o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspender a decisão de Bolsonaro de nomear o diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o também delegado Alexandre Ramagem, para comandar a PF.

Rolando Alexandre de Souza é delegado da Polícia Federal e desde setembro de 2019 ocupava o cargo de secretário de Planejamento e Gestão da Abin, aonde chegou por indicação de Alexandre Ramagem.

Comentário:

Está evidente que o presidente Bolsonaro utilizou de estratégia para concretizar o desejo de nomear alguém da sua confiança para a chefia da Polícia Federal, algo natural e esperado partindo de um governante que alega estar comprometido com o combate à corrupção.

Uma vez "braço direito" de Ramagem, Rolando deve atender às expectativas do presidente em relação ao cargo, ao mesmo tempo em que afasta a possibilidade de suspensão da sua nomeação, como ocorreu com o colega.

A suspensão da nomeação de Rolando daria clara margem para uma profunda crise institucional entre os poderes, visto que mesmo havendo ligação com Ramagem, Rolando não tem o mesmo vínculo com o presidente, enquanto que a relação entre os delegados é algo natural no meio profissional.

Com informações do G1.
Tecnologia do Blogger.
close