Ads Top

"O STF é o AI5 do século XXI", diz Marisa Lobo, presidente estadual do Avante


Início da matéria
"O STF é o AI5 do século XXI", diz Marisa Lobo, presidente estadual do Avante

A presidente estadual do partido AVANTE no Paraná, Marisa Lobo, comentou as recentes decisões do Supremo Tribunal Federal esta semana envolvendo os ministros Celso de Mello e Alexandre de Moraes.

Para a psicóloga Marisa Lobo, conhecida no país por sua militância pró-família e outras pautas conservadoras, os atos do Supremo lembram a época em que o Brasil vivenciou o regime militar, quando foram instituídos vários decretos de ordem institucional, entre eles o AI-5.

"Esse ato institucional número 5 (AI-5) que instituiu a censura no regime militar, foi o pior e mais severo da história, sendo já revogado, ou seja, foi usado em um período durante o início do regime militar (1968) e veio na esteira de um grupo de militares linha dura que a maioria dos militares não concordavam", escreveu Marisa.

"Lembro que meu pai, militar hoje com 83 anos, também não concordava, havia vários grupos de militares contrários a esse AI-5 por interferir no Legislativo", destacou a psicóloga, lembrando que, segundo ela, a Rede Globo apoiou a decisão extrema na épocal.

"Mas o fato é que esse tempo é passado. Por um lado o regime trouxe ordem e muitos avanços, por outro por conta de grupos ditadores, infelizmente o regime militar ficou mais conhecido como 'ditadura' militar por conta exatamente da censura de opinião", completou.

A psicóloga então conclui que o Supremo Tribunal Federal parece agir como se estivesse reinstituindo o Ato Institucional Nº 5, uma vez que medidas como a tomada pelo ministro Alexandre de Moraes na quarta-feira (26) foram de encontro à liberdade de expressão.

"Ao que me parece, alguns ministros do STF querem impor uma censura e tolher a liberdade do cidadão, e faz ressuscitar o conteúdo do Ato institucional (5) para a sociedade, mídia, e politica nacional, impondo medo, pela força, tirando o direito mais elementar da Constituição, sua liberdade de opinião", afirmou Marisa.
A imagem pode conter: Marisa Lobo
Tecnologia do Blogger.
close