Ads Top

Diretor da OMS faz alerta sobre a pandemia: "O pior ainda está por vir"


Início da matéria
Diretor da OMS faz alerta sobre a pandemia: "O pior ainda está por vir"
Tedros Adhanom Ghebreyesus. Reprodução: Google

Nos Estados Unidos, da Califórnia à Flórida, bares, praias, cinemas e academias estão começando a fechar novamente, à medida que os casos da COVID-19 ocorrem em todo o país.

As infecções estão aumentando em 32 estados e nesta manhã, 36.000 novos casos foram relatados em todo o país. O número é alto, mas abaixo do recorde de 45.000 na sexta-feira.

Em Austin, os hospitais de campo estão sendo preparados depois de ultrapassar 70% da capacidade do hospital.

Uma situação mais preocupante existe no Arizona, onde apenas 13% das camas de UTI em todo o estado estão atualmente disponíveis.

"Os pacientes estão sofrendo, estão em ventilação por semanas. As famílias não podem estar aqui. Há pacientes me implorando para não colocá-los em uma máquina de respirar, porque sabem que podem morrer, que nunca mais poderão conversar com suas famílias", disse. Dra. Jennifer O'Hea, do University Medical Center, em Phoenix.

O médico de Tucson, Brad Dreifuss, diz que os profissionais de saúde estão perto do esgotamento.

"Não é como se você pudesse se afastar das pessoas que você cuida na sua comunidade ou de alguém que você cuida na UTI por três semanas. Você está lá, você está nela, você está com eles, e é por isso que é emocionalmente exaustivo", disse Dreifuss.

Apesar dos números baixos em Nova York e Nova Jersey, ambos os governadores estão considerando uma pausa na reabertura de seus estados depois de ver o que está acontecendo em outras áreas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que essa pandemia não está nem perto de terminar, mas está de fato acelerando e o pior ainda estaria por vir.

"Todos nós queremos que isso acabe. Todos queremos continuar com nossas vidas. Mas a dura realidade é que isso não está nem perto de acabar", afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus em Genebra, segundo a NPR.

"Embora muitos países tenham feito algum progresso, globalmente a pandemia está realmente se acelerando", disse ele. A resposta seria testar, rastrear, isolar e colocar em quarentena.

"A falta de unidade nacional e a falta de solidariedade global e o mundo dividido ... estão realmente ajudando o vírus a se espalhar", disse Tedros. "O pior está por vir."

Enquanto isso, as hospitalizações aumentaram por 15 dias consecutivos na Flórida. A partir de terça-feira de manhã, máscaras são necessárias em Miami e em Jacksonville, onde a Convenção Nacional Republicana está programada para ser realizada em agosto. Com informações da CBN News.
Tecnologia do Blogger.
close