Ads Top

MBL é acusado de infiltrar assessora na frente do Alvorada para atacar Bolsonaro


Início da matéria
Bolsonaristas versus MBL, primeiro round - Época

O Movimento Brasil Livre (MBL) parece estar assumindo cada vez mais uma identidade distante dos anseios dos milhões de apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao tomar atitudes que muitos já classificam como da "nova esquerda".

Na manhã desta quarta-feira (10), por exemplo, o MBL foi acusado de "infiltrar" uma das suas assessoras no "cercadinho" (área de segurança isolada onde geralmente ficam os apoiadores de Bolsonaro) em frente ao Palácio do Alvorada, a fim de tentar constranger o presidente.

"O mendigo do MBL confirmou q a abordagem feita pela assessora do Holiday ao Presidente faz parte das 'ações' q intensificariam na semana. Essa nova esquerda é muito fraquinha. Foi p/ essa bosta q alertaram Heleno? Na próxima coloca uma assessora da Joice, pelo menos tem CPF falso", comentou o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ).

O jornalista Rodrigo Constantino também repercutiu o ato de militância do MBL contra Bolsonaro: "É isso mesmo? Confirma, produção? Estou bloqueado pelo rapaz. Ele está admitindo que mandou a moça para o cercadinho para causar 'constrangimento'? É o PSOL?", questionou o escritor.

Segundo às publicações feitas no Twitter, um dos líderes do MBL, Renan Santos, teria confirmado à "ação" do movimento contra o presidente. "Bolsonaro enquadrado no cercadinho, parabéns Cris Bernart", comentou o ativista, fazendo suposta referência à mulher que foi enviada ao local estritamente com a finalidade de criticar o presidente. Veja abaixo:


Tecnologia do Blogger.
close