Ads Top

Ministra do STF nega habeas corpus e mantém prisão de Sara Winter


Início da matéria
Ministra do STF nega habeas corpus e mantém prisão de Sara Winter

A ministra do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, negou quatro pedidos de habeas corpus feitos pela defesa da ativista Sara Winter, que se encontra presa em Brasília, após autorização do STF a pedido da Procuradoria-Geral da República.

Segundo informações do UOL, ainda não foi divulgado o motivo da recusa da ministra. A decisão, contudo, chamou atenção de apoiadores da ativista, uma vez que o juiz Rodrigo Parente Paiva Bentemuller, da 15° Vara Criminal do Distrito Federal, arquivou a denúncia de ameaça à segurança nacional feita contra a ativista Sara Winter.

“Percebe-se com a documentação acostada aos autos e com informações veiculadas pela mídia que a manifestação da denunciada demonstra excessiva indignação, com ameaças e ofensas à honra de Ministro do Supremo Tribunal Federal, atingindo-lhe a dignidade e o decoro, ocorrida, em especial, após cumprimento de busca e apreensão realizada em sua residência", afirmou Bentemullher em despacho, segundo o Brasil Sem Medo.

Sara Winter foi presa no dia 15 passado com base em um inquérito que apura o suposto financiamento de manifestações supostamente "antidemocráticas". Além de Sara, outros ativistas também foram detidos pela operação.

"De acordo com o MPF (Ministério Público Federal), há indícios de que o grupo continua organizando e captando recursos financeiros para ações que se enquadram na Lei de Segurança Nacional, que define crimes contra a ordem política e social", informou o UOL.
Tecnologia do Blogger.
close