Ads Top

Chilenos são denunciados por fazerem compras com o cartão de crédito de Bolsonaro


Início da matéria
Chilenos são denunciados por fazer compras com o cartão de crédito de Bolsonaro

No mês de junho desse ano, o suposto grupo de hackers Anonymous divulgou dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro e seus filhos, incluindo informações do seu cartão de crédito, o que resultou em compras online feitas por internautas.

Como resultado, agora em julho uma das maiores redes de lojas de departamento do Chile, a Falabella, apresentou denúncia contra 26 dos seus funcionários por fazerem compras fraudulentas com o cartão do presidente, segundo informações do Diário de Pernambuco.

"De acordo com a empresa, os funcionários teriam utilizado dados dos cartões do político e de seus filhos, o senador Flávio Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro, para fazer compras ilegais no próprio site das lojas", diz o editorial.

A empresa apura o gasto de 50 mil euros, totalizando cerca de 27 mil compras, todas pelo site, sendo 77 delas feitas pelos próprios funcionários, que agora podem pegar penas que vão de 541 dias até cinco anos de prisão.

No Chile, assim como no Brasil, quem utiliza dados roubados por terceiros se torna cúmplice do crime. A exposição dos dados do presidente continua em investigação no país.
Tecnologia do Blogger.
close