Ads Top

Damares rebate fake news divulgada por Felipe Neto sobre ensino domiciliar


Início da matéria
Damares rebate fake news divulgada por Felipe Neto sobre ensino domiciliar
Damares Alves e Felipe Neto. Reprodução: Gooogle


O youtuber fez uma publicação acusando a ministra de querer "tirar crianças da escola" para que os pais possam ensinar em casa, algo que não corresponde à realidade defendida por Damares Alves sobre o assunto.

"Pra quem tá perguntando, sim, ano passado a Damares começou uma peregrinação para famílias brasileiras poderem tirar crianças da escola e ensinarem em casa. Ela defendeu esse método com mto afinco. Dps da pandemia, parou. Qd viu o povo lidando com a realidade do home-schooling", escreveu Felipe.

O projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados, no entanto, o qual prevê a regulamentação do ensino domiciliar, não trata de "tirar crianças da escola". A própria ministra, Damares Alves, nunca defendeu a retirada de alunos do ensino regular para à adoção do homeschooling, mas sim a autonomia dos pais em poder decidir entre os dois modelos de ensino.

"Mais uma vez espalhando notícias falsas. Não fiz peregrinação de nada. O ensino domiciliar será (mais) uma opção para as famílias, nunca defendemos como obrigação. E não paramos nada. O PL está no Congresso e o apoiamos. Temos feito toda a articulação para que seja aprovado", rebateu Damares.

"Bom esclarecer que o projeto de ensino domiciliar enviado ao Congresso pelo governo prevê a obrigatoriedade de convivência  comunitária para a criança quando a família aderir ao ensino domiciliar. Também uma série de obrigações à família, inclusive de desempenho", completou a ministra.

Fake news do bem?


A publicação de Felipe Neto revela o quanto a propagação de informações falsas passa despercebida aos olhos da mídia tradicional. O próprio youtuber, que tem se colocado como um defensor do combate às chamadas "fake news", desconsidera a própria atitude e comete o erro de disseminar falsa informação.

Vale ressaltar que fake news se caracteriza não por um erro de informação, mas por uma informação claramente falsa que geralmente tem o objetivo de atacar um adversário, seja ele pessoa ou grupo, exatamente como fez o youtuber ao se referir à ministra Damares Alves.
Tecnologia do Blogger.
close