Ads Top

Embaixada dos EUA: Maduro está realizando "desaparecimentos forçados de civis"


Início da matéria
Embaixada dos EUA: Maduro está realizando "desaparecimentos forçados de civis"

A embaixada dos Estados Unidos está acusando o governo do ditador Nicolás Maduro, da Venezuela, de realizar o "desaparecimento forçado" de venezuelanos em seu país. A declaração está em um artigo que foi repercutido pela entidade em suas redes sociais.

"A embaixada dos Estados Unidos está acusando o governo do ditador Nicolás Maduro, da Venezuela, de realizar o 'desaparecimento forçado' de venezuelanos em seu país. A declaração está em um artigo que foi repercutido pela entidade em suas redes sociais", repercutiu a entidade.

A denúncia, por sua vez, teve por base dados colhidos por um relatório elaborado pela Robert F. Kennedy Human Rights e Foro Penal*, respectivamente, organização sem fins lucrativos em defesa dos direitos humanos e organização venezuelana de direitos humanos.

Segundo o relatório, cerca de 200 pessoas já teriam desaparecido por questões de ordem política e de consciência. A embaixada acusa o governo de Maduro de ter praticado a tortura e desaparecido com essas pessoas.

"O regime já sequestrou civis suspeitos de serem dissidentes políticos, bem como seus familiares, e os torturou por vários dias. Muitos deles nunca mais foram vistos ou deram sinal de vida", diz o Share America.

“O desaparecimento forçado, e ainda mais quando é sistemático, resulta em uma intensa violação do direito de defesa do detento”, afirmou Alfredo Romero, presidente do Foro Penal. “O desaparecimento forçado transforma a detenção arbitrária — que por si só é uma violação grave dos direitos humanos — em uma oportunidade de barbárie ilimitada para o agressor.”

Tecnologia do Blogger.
close