Ads Top

Polícia encontrou R$ 100 mil, cocaína e maconha durante operação que atingiu o MBL


Início da matéria
Polícia encontrou R$ 100 mil, cocaína e maconha durante operação que atingiu o MBL

Uma operação deflagrada na manhã desta sexta-feira (10) que resultou na prisão de duas pessoas ligadas ao Movimento Brasil Livre (MBL), em São Paulo, encontrou maços de R$ 100,00 e 50, totalizando R$ 100 mil em dinheiro, além de cocaína e maconha.

"A Operação Juno Moneta, deflagrada hoje contra o MBL, apreendeu cerca de R$ 100 mil e maconha 'em quantidade compatível para uso pessoal', segundo a Polícia Civil de São Paulo", informou O Antagonista.

Foram presos na ocasião Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso (conhecido como Luciano Ayan), sendo o último apontado como uma das principais figuras no cenário político no tocante à CPI das "fake news".

Ayan foi apontado pela deputada federal Bia Kicis como "o homem" por trás da CPI das "fake news", supostamente, pelo fato do mesmo ter sido uma das fontes de informação utilizadas por parlamentares da Comissão.

Segundo informações da revista Crusoé, a Polícia Civil, colaboradora do Ministério Público na investigação de supostos desvios de dinheiro envolvendo o MBL e os presos, a droga foi achada na residência de um dos investigados.

Em nota, o MBL negou que tivesse qualquer envolvimento com os presos, afirmando que eles nunca integraram o quadro de membros do movimento e que às acusações seriam devidamente esclarecidas.

“Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso não são integrantes e sequer fazem parte dos quadros do MBL. Ambos nunca foram membros do movimento", diz um trecho do comunicado.

Operação da Civil que atingiu o MBL encontrou R$ 100 mil, cocaína e maconha Comunicado da Polícia Civil sobre operação que atingiu o MBL.[/caption]
Tecnologia do Blogger.
close