Ads Top

Augusto Nunes: "O Supremo é hoje a grande ameaça ao Estado Democrático de Direito"


Início da matéria

Augusto Nunes: "O Supremo é hoje a grande ameaça ao Estado Democrático de Direito"

[Atualizado em 17/02/2021] No atual momento pelo qual atravessa o país, onde um deputado federal (Daniel Silveira) foi preso após publicar críticas aos ministros do Supremo Tribunal Federal, não podíamos deixar de destacar uma fala do jornalista e diretor de redação do portal R7, Augusto Nunes, ao comentar sobre a atuação de alguns dos magistrados.


Em agosto de 2020, o jornalista comentou algumas das polêmicas declarações feitas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, contra o presidente Jair Bolsonaro, e a sua declaração pareceu desenhar exatamente o que o Brasil está assistindo agora, em fevereiro de 2021.


Naquela ocasião, Nunes criticou Barroso por dizer que Bolsonaro defende a "ditadura" e a "tortura", explicando que não há no Brasil um cenário dessa natureza que justifique tais críticas. Por outro lado, o jornalista acusou os ministros do STF de serem uma ameaça à democracia no Brasil, apontando decisões recentes, por exemplo, do ministro Gilmar Mendes, e outros membros da Corte.


"O Supremo é hoje a grande ameaça ao Estado Democrático de Direito", afirmou o jornalista, fundamentando seu raciocínio nas reiteradas manifestações públicas dos ministros sobre questões políticas, algo incomum no mundo da magistratura, visto que isso sugere viés ideológico.


Com o mandado de prisão expedido por Alexandre de Moraes na última terça-feira (16/02/2021) contra Daniel Silveira (PSL-RJ), um deputado que possui a prerrogativa de imunidade parlamentar, decretando prisão "em flagrante" e "inafiançável", a fala de Augusto Nunes em agosto passado parece ganhar vida e pleno sentido no contexto atual. Assista abaixo e tire suas conclusões:





Tecnologia do Blogger.
close