Ads Top

Psicóloga diz que conservadores viraram alvo de "terrorismo ideológico" e faz alerta


Início da matéria
Psicóloga diz que conservadores viraram alvo de "terrorismo ideológico" e faz alerta


O momento é de preocupação para os conservadores e principalmente os cristãos, segundo a psicóloga e escritora especialista em Direitos Humanos, Marisa Lobo. Ela publicou um artigo comentando os recentes ataques a duas igrejas no Chile, classificando o ato como "terrorismo ideológico".


"Se os governos não tomarem medidas contundentes contra o avanço desse terrorismo ideológico, temo que em breve vejamos ele virar 'movimento', assim como o que já existe nos Estados Unidos, mascarado através da pauta racial", escreveu Marisa.


"A cristofobia é uma ameaça real e cada vez mais próxima, porque os radicais ideológicos não estão mais suportando ver o crescimento do conservadorismo sem poder impedir. Com isso, estão transformando pautas políticas em motivo para ataques físicos e o começo disso é a destruição de templos", observa a psicóloga.


Candidata à Prefeitura de Curitiba este ano, Marisa Lobo há anos se destaca no meio conservador por defender pautas da direita e do cristianismo. Ela acredita que atos de vandalismo como os que destruíram a Igreja da Assunção, em Santiago, têm como objetivo principal desconstruir os valores herdados da cultura cristã.


"Os radicais islâmicos promovem o terror em nome da fé, enquanto os “manifestantes” políticos fazem o mesmo em nome de uma ideologia política. Em comum, o ódio ao cristianismo e tudo o que ele representa para a civilização", diz Marisa em sua coluna de opinião no Pleno News.


Após fazer um alerta pedindo reação, a psicóloga lembra que no cerne do cristianismo há valores que são inegociáveis.


"Nós sabemos, contudo, que a intenção desses radicais é desconstruir os valores cristãos, pois não há como dominar um Estado, uma população, sem violar direitos individuais, a liberdade de consciência e a capacidade de dizer a verdade, algo que para o cristianismo são pilares inegociáveis", conclui.

Tecnologia do Blogger.
close