Ads Top

TSE libera para julgamento recursos que podem cassar a chapa Bolsonaro-Mourão

Foto: reprodução/Google/Agência Brasil


Nesta sexta-feira, 15, o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, liberou para julgamento duas ações que pedem a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão pelo suposto impulsionamento ilegal de mensagens nas eleições de 2018.


Ontem, o vice-procurador-Geral Eleitoral, Paulo Gonet Branco, afirmou que os elementos reunidos não apontam que tenha havido “desequilíbrio” nas eleições a ponto de justificar a cassação da chapa. As ações foram apresentadas pela coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/Pros), derrotada em segundo turno.


Salomão encaminhou os relatórios ao Ministério Público Eleitoral, para manifestação em 48 horas, em um procedimento formal. Agora, caberá ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, marcar a data do julgamento, o que pode ocorrer ainda neste mês.


Além de dizer que os elementos reunidos não justificam a cassação da chapa, o vice-procurador-Geral Eleitoral informou ter descartado provas reunidas pelo Supremo Tribunal Federal no inquérito das fake news e na investigação sobre atos antidemocrático porque não têm conexão com o caso. Com: Revista Oeste.

Tecnologia do Blogger.
close